Entenda como a cannabis age no nosso corpo

Você sabia que a cannabis age em nosso corpo através de um sofisticado sistema fisiológico denominado Sistema Endocanabinóide? Descoberto na década de 60 pelo pesquisador Israelense Raphael Mechoulam, o SEC funciona como um mecanismo de comunicação entre o cérebro e os processos de ação do corpo em relação aos canabinóides.

Os receptores canabinóides são encontrados na superfície das células e classificadas principalmente em CB1 (abundante no cérebro) e CB2 (abundante no sistema nervoso). Quando ocorre o estímulo dos receptores, uma variedade de mecanismos fisiológicos ocorre no corpo, como por exemplo: 

•Apetite;
•Controle muscular;
•Memória;
•Imunidade
•Qualidade do sono;
•Humor;
•Controle de dores crônicas

É por isso que o uso medicinal da cannabis para diversos diagnósticos vem sendo muito estudado ao redor de todo o mundo e atuando diretamente na qualidade de vida de muitas pessoas.

Em países onde o uso medicinal é regulado há tempos, as pessoas são beneficiadas por terem acesso a diferentes formas de administração, como óleos, vaporizadores, comestíveis, cápsulas, pomadas e até mesmo plantas in natura na forma fumada. No Brasil, a forma de administração via extrato diluído com uso sublingual é predominante.

Leia também:
Entenda a relação entre cannabis e qualidade de vida


Vamos começar
O tratamento?

Agendar consulta

Quer receber as novidade sobre a UIDi?
Cadastre-se

    Tire suas dúvidas
    (11) 5197-4020